• Partilhar em:

Origens

O Hotel España é um dos estabelecimentos hoteleiros históricos mais antigos da cidade. É um hotel de 4 estrelas, uma...

O Hotel España é um dos estabelecimentos hoteleiros históricos mais antigos da cidade. É um hotel de 4 estrelas, uma pequena  joia do modernismo catalão, decorado por Lluís Domenech i Montaner no início do século XX.

O edifício que o hotel ocupa foi construído em 1850, estando destinado inicialmente a vivendas para arrendamento, lojas e uma casa de banhos. Foi em janeiro de 1859 aquando da mudança de utilização que se transformou em Fonda de España.

Um anúncio publicado no dia 30 de dezembro de 1858 no "Diario de Barcelona" noticiou a abertura imediata da Fonda España, com a promessa de cuidados de serviços e bons quartos com mobiliário totalmente novo, e ainda com serviço de restauração tanto local como ao domicílio.

De pensão a Hotel España

É a partir do ano de 1863 que surgem os primeiros anúncios da pensão em vários guias de viagem da época, nos quais se...

É a partir do ano de 1863 que surgem os primeiros anúncios da pensão em vários guias de viagem da época, nos quais se destacam a qualidade dos quartos e do mobiliário, o atencioso serviço que se oferece e a localização central, bem como a sua dimensão e a sua impressionante categoria, factores estes que a situam no último terço do século XIX como um estabelecimento de primeiríssima categoria.

No ano de 1888, com a celebração da Exposição universal, as pensões mais destacadas de Barcelona, incluindo a de España, começam a denominar-se como "hotel", nome de origem francesa que concede uma conotação diferencial de serviço e tratamento em comparação com as pensões tradicionais.

Reforma Modernista

Em Janeiro de 1898, Miquel Salvadó pede uma primeira autorização para realizar obras de reforma interior e dos remates...

Em Janeiro de 1898, Miquel Salvadó pede uma primeira autorização para realizar obras de reforma interior e dos remates das aberturas da planta baixa, seguindo-se uma segunda autorização em Novembro de 1900, altura em que se realizam os encerramentos de alguns pátios interiores e uma terceira autorização em 1901 para instalar um elevador e o respectivo motor eléctrico.

É durante estes anos que se realiza a reforma projectada por Lluís Domènech i Montaner, finalizada em 1903 e galardoada no ano seguinte como o melhor estabelecimento comercial com o Prémio de Arquitectura e Decoração que todos os anos a Câmara Municipal de Barcelona organizava.

No projecto decorativo do Hotel España participaram artistas que já gozavam nessa época de reconhecimento absoluto. Domènech i Montaner contou com o pintor Ramón Casas para o esgrafiado do restaurante (conhecido na sua época como La Pecera e actualmente como o Salón de las Sirenas) e com o escultor Eusebi Arnau, autor da chaminé de alabastro de 5 metros de altura do salão de tertúlias.

A reforma fez com que o hotel fosse anunciado em vários guias da época, incluindo em francês, como um estabelecimento de primeira categoria “avec tout le confort moderne” (oferecendo o mais moderno conforto).

IMPORTANT NOTICE: This site uses cookies to improve the services we offer. If you continue to browse, we consider that you accept its use. You can change the settings or get more information here.

Do not show this message again